maconha medicinal

Movimento Mulheres e Mães Jardineiras

MMJ é o primeiro projeto social apoiado pela SBEC – Sociedade Brasileira de Estudos da Cannabis. Ele foi criado pela Dra. Eliane Nunes, em 2019, e lançado em 13 de maio de 2020, enquanto participava do curso do Padre Ticão. O objetivo é auxiliar mulheres e mães socialmente vulneráveis e suas famílias, a alcançarem maior qualidade de vida através do acesso e uso da Cannabis Medicinal. O compromisso é oferecer total apoio na organização da documentação clínica e jurídica, subsídio teórico e prático sobre o cultivo doméstico, extração e manejo terapêutico de fitoterápicos derivados da planta com qualidade e economia, a fim de criar um cenário favorável para empoderar e inspirar outras famílias que também precisam plantar.
documentação clinica

Organização de documentação clínica

curso de cultivo

Cursos de cultivo, extração e culinária

habeas corpus juridico

Assessoria Júridica para obtenção de Habeas Corpus

apoio militancia cannabica

Apoio Pedagógico

01 Revista MMJ ABRIL 2022

Frutos das nossas Newsletters, a primeira edição da REVISTA  DO MMJ, está chegando. Em breve! Disponível nas nossas plataformas.

Copia de Capa do guia MMJ mmj
01 NEWSLETTER MMJ ABRIL 2022
medicamentos a base de cannabis

Conheça os eventos que desenvolvemos nos últimos anos.

aprender sobre cannabis medicinal

Descubra…

As novidades do movimento MMJ e da Cannabis Medicinal
cursos cannabis

Participe dos Cursos e Eventos PREMIUM COM CERTIFICADO

Curso de Cultivo Da semente ao paciente 4

Curso de Cultivo e Extração de Cannabis Medicinal

Comercializado a valor popular e social curso promovido pela Sbec ensina como cultivar cannabis medicinal e extração da resina para produção do óleo. Como conteúdo educativo e como forma de subsidiar o processo judicial para obtenção de salvo conduto, ou seja, autorização para auto cultivo legalizado da maconha, a coordenação do projeto Mães e Mulheres Jardineiras – MMJ criou o Curso de Cultivo de Cannabis para uso Medicinal: da semente ao paciente. Pensando exclusivamente nas demandas do movimento mães e mulheres jardineiras com objetivo de ensinar as técnicas de cultivo indoor e outdoor, desde a escolha da genética da semente até a produção do óleo artesanal.
“Eu estava me preparando para morrer, meu tumor cerebral não tem nenhum tipo de tratamento… Passei por 6 neurologistas e todos falaram a mesma coisa: Se eu não operasse, em menos de 1 mês eu morreria. Mas eu escolhi não operar. Depois de muito lutar contra o preconceito me informando, comecei a fazer uso de óleo de Maconha e depois de  18 meses, meu tumor começou a regredir. coisa que nenhum médico acreditou!”
Giselle Thame - Paciente Cannabis Medicinal

Giselle Thame

Paciente em Regressão de Câncer Cerebral